Enquanto o desperdício representa, a cada ano, 1,3 mil milhões de toneladas de alimentos, quantidade que, segundo a FAO, é suficiente para alimentar os 805 milhões de pessoas que sofrem de fome no mundo, um habitante da cidade na Hail, na Arábia Saudita, encontrou uma maneira de limitar o seu desperdício de alimentos e dos seus vizinhos, ao mesmo tempo que ajuda aqueles que, na sua vizinhança, lutam diariamente contra a fome.

Este habitante de Hail, teve a ideia de instalar, perto de sua casa, um grande frigorífico na rua, onde todos são convidados a depositar os seus restos de comida e os alimentos que não vão comer, de forma a que aqueles que precisam e não têm possibilidade possam alimentar-se.

Esta iniciativa, simples e eficaz, foi seguida pela associação belga Corvia, numa campanha lançada na véspera de Natal. A Corvia considera que a partilha é um mensagem importante e que esta iniciativa é uma pequena solução para o problema geral do desperdício de alimentos.

Nesta iniciativa, um frigorífico está instalado na rua, para que todos aqueles que passam por dificuldades possam ter acesso ao mesmo. As pessoas, os vizinhos, mas também os profissionais (padeiros, açougueiros, etc.) são incentivados a deixar comida no local, mas as bebidas alcoólicas, as garrafas abertas e a comida estragada são proibidas. Os pratos preparados devem ter um rótulo detalhado com o seu conteúdo, a data de fabricação e o número de pessoas a que se destina, sendo que um funcionário da associação verificará diariamente se tudo segue as regras estabelecidas.

Este é apensas um pequeno passo para a redução do desperdício e da fome, mas pode realmente fazer a diferença

Alguém para instalar um no seu bairro ?

Juntos contra a Fome e o Desperdício

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *